Só mais um site WordPress

SITE ODISEO  |  IMPRENSA  |  FACEBOOK  |  YOUTUBE  |  TWITTER  |  LINKEDIN
Crowdfunding

Dentre todas as inovações baseadas em crowd source, uma das mais em voga atualmente, é o crowdfunding. o termo é utilizado para definir iniciativas de financiamento colaborativas. Traduzindo, o termo significaria algo como“financiamento pela multidão”. A ideia é que a partir de várias pequenas contribuições, de maneira colaborativa,seja possível viabilizar ideias,negócios ou projetos.

Para tornar a coisa ainda mais clara, tomemos a definição dada por outra iniciativa baseada no crowd source, a Wikipédia, que define crowdfunding como uma “ação de cooperação coletiva realizada por pessoas que contribuem financeiramente, usualmente via internet, para apoiar iniciativas de outras pessoas ou organizações”.

Não se trata de uma ideia inovadora, muito pelo contrário, já que há séculos os governos ao redor do mundo utilizam-se do crowdfunding: na forma de cobrança de impostos pessoas contribuem com parte da sua renda para financiar os gastos e investimentos do Estado. Mas não é daí que vem a revolução.

O crowdfunding que promete revolucionar a viabilização de negócios e projetos difere muito da obrigatoriedade dos impostos. No modelo de crowdfunding do qual falamos, o motor de quem incentiva é gostar dos temas propostos e se identificar com os projetos. É o surgimento da oportunidade de fazer parte de algo maior, mesmo contribuindo de forma modesta.

Mas quem de fato pode lançar mão do crowdfunding? A princípio, qualquer um com uma ideia que deseje viabilizar. Trata-se de uma maneira de levantar o dinheiro que você precisa, para realizar o que você sonha, através de pessoas que estão de fato dispostas ajudar.

Geralmente, isso é feito a partir das redes sociais, utilizando-se de uma rede de contatos que tenderá a “viralizar” a iniciativa, e angariar novos apoiadores.

E afinal, como funciona? O mecanismo é simples, o idealizador pede uma quantia de dinheiro que irá possibilitar a realização do seu projeto, espalha a sua ideia, e depois recompensa a “multidão” que o apoiou de alguma forma (recebendo produtos e serviços com grandes descontos ou gratuitamente, ou até mesmo participando nos lucros oriundosdo projeto que ajudou a realizar).

Ideias apostando no crowdfunding não param de surgir ao redor do mundono Brasil inclusive - e cada vez mais o crowdfunding é visto como um modo inovador e econõmico para tirar boas ideias do papel e transforma-las em inovações.

Portanto, não há melhor momento para se aprofundar no tema, não perca tempo, pesquise, e saiba o que o crowdfunding pode fazer por você. O limite entre o sonho e a realização está cada vez mais tênue.

3 Respostas a “Crowdfunding”

  1. Renato Dias disse:

    Crowdfunding é algo realmente revolucionário. Certamente vc viu, mas vale citar os famosos KickStarter (EUA) e Catarse (BRA).

    O primeiro já teve projetos com mais de US$ 1 milhão arrecadados e o segundo já arrecadou mais de R$ 3 milhões no total, advindos de 31 mil apoiadores.

    Eu fico imaginando tudo o que podemos fazer – sem depender de governos e bancos – a partir disso. É fantástico!

    • fernandojesus@odiseo.com.br disse:

      É fantástico, e vai de encontro ao que eu sempre converso contigo, sobre a minimização de impacto e influência dos meios tradicionais de regulação do tecido social. Hoje em dia, me parece que a sociedade está migrando para uma nova forma de organização política e financeira.

  2. [...] composta por nove membros, divulgou  projeto em um site internacional de financiamento coletivo (crowdfunding), e espera arrecadar cerca de 300 mil dólares para iniciar a produção e comercialização do [...]

Deixe uma resposta